sexta-feira, 3 de abril de 2009

tilintar

espera noite cair
ouvir os sapos
o cheiro das flores

espero você
entrar pela noite

não tenho mais solidão
chegando tu
ela foi embora

espera aqui
vem comigo ouvir
o tilintar da vida

o mato canta
e sorriso abre por isso

sem você, seria assim?

Um comentário:

Oxum disse...

Para quem não escrevia poemas, hein? Muito lindo e apaixonado, muié. Assim como o é você...


Cherim