domingo, 5 de abril de 2009

meu erro não é você

pensei em formas de escrever você
muito, inclusive
não consigo escrever desinteressadamente
assim, sem pensar em algo ou alguém
pessoas me chamam atenção para a sina da escrita
mas tenho dificuldades quando tento fazer você virar palavra
talvez seja pela grandiosidade de afeto
talvez pelo fato de não ter palavra que te signifique
amor é lixo perto do que você realmente é
te amo é tão ínfimo perto do que eu queria sempre dizer
mas o digo pelo fato de faltar palavras
de não saber significados que de repente dobrem, triplique, infinitem a palavra amor
e nós nos chegamos tão sem pensar
tão sem querer pensar
fomos sendo
nos tornamos
mudamos
eu com toda a agressividade que o mundo ainda pode conhecer
você com toda candura e timidez que só os que sofrem de vergonha podem saber
eu não sei
não sei o que é ser você
mas sei, e como sei, as transformações pelas quais você passou
eu as senti, as vivi, as estranhei
você renasceu algumas vezes e sei que estive presente em alguns desses partos
crescer dói
viver machuca
amar ensina
sofrer enobrece
e mesmo cantado e sendo sempre nossa trilha sonora dizer que meu erro foi crer que estar ao seu lado bastaria
é mentira
meu erro não é você
meu erro nunca será você
talvez errar seja quando não te compreendo
não tenho saco para entender que às vezes, simplesmente, não temos saco
ainda haverão de ter muitos renascimentos
dores
erros
espero estar em todos eles
e te apoiar, mas do meu jeito
grosso, estúpido, verdadeiro
amizade é pouco
amor é pouco
saudade é pouco
mas saber que você existe é muito
preenche
e traz felicidade

te amo
por falta de palavra melhor


*para monique

2 comentários:

monique caroline disse...

aimeudeus! que lindo!
me deixou realmente emocionada!

te amo!

Oxum disse...

Que declaração bela.