domingo, 20 de junho de 2010

andei pintando o tempo com as mãos
andei folheando o passado com os dedos
e pensando no barulho do tempo

os sinos
o tic-tac
o choro do dente caído

vê?
todos fazem barulho
todos cospem a vida passando